Cotidiano

Exército e bombeiros resgatam cavalo ilhado em teto de casa no Rio Grande do Sul

Imagens do cavalo ilhado após enchentes gerou comoção nacional

O cavalo que estava ilhado em um telhado na cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul, foi resgatado na manhã desta quinta-feira (09/05) pelo Exército, com apoio do Corpo de Bombeiros. Os agentes utilizaram barcos em vez de um helicóptero para socorrer o animal devido ao peso dele.

Não se sabe ao certo quanto tempo o cavalo passou em cima do telhado. O animal foi flagrado ilhado em cima do telhado de uma residência pela equipe do Globocop na quarta-feira (8). As imagens, que mostraram o cavalo ocupando o único espaço que ainda não havia sido tomado pela água, circularam pelas redes sociais e geraram comoção nacional

Na manhã desta quinta, a primeira-dama Janja Lula já havia antecipado que equipes do Exército Brasileiro iriam fazer o resgate do animal apelidado de Caramelo, que é considerado complexo.

“[Uma] equipe do Exército, com veterinários, decolou agora há pouco para tentar fazer o resgate do cavalo Caramelo. Ele superou a noite e ainda está no telhado. Vamos acompanhando, porque muitas equipes estão mobilizadas. Esse resgate é complexo. As equipes que estão empenhadas devem trabalhar em sincronia”, disse Janja.

O prefeito da cidade de Canoas, Jairo Jorge (PSD), havia dito inicialmente que o resgate do cavalo que ficou ilhado sobre o telhado de uma casa iria exigir o uso de um helicóptero. O prefeito Jairo Jorge disse que a equipe da Secretaria de Bem-estar Animal atuaria no planejamento da logística para resgatar o animal do local e que outros cavalos também foram retirados de áreas alagadas com uso de barcos.

Antes do resgate, o animal estava recebendo comida de um barqueiro que mora próximo ao local, e que tem monitorado a situação. O Grupo de Resposta a Animais em Desastres (GRAD) estava envolvido no planejamento do resgate, que é complexo. O local em que o animal está fica a uma distância de seis quilômetros da área seca mais próxima.

O início de uma tempestade na quarta-feira fez com que os Bombeiros pedissem que o resgate fosse adiado, por conta dos riscos.

Cavalo ilhado gerou campanha #SalvemOCavaloDeCanoas

A comoção com o animal entrou nos assuntos mais falados do Twitter com a hashtag #SalvemOCavaloDeCanoas sendo utilizada mais de 140 mil vezes por pessoas preocupadas e mobilizadas com a situação do animal.

Entre os influenciadores que buscavam meios de auxiliar a situação estava Felipe Neto, que se dispôs a arcar com os custos do helicóptero com as especificações necessárias para o resgate.

“Precisamos salvar o Caramelo, essa preciosidade que está há 4 dias sozinho, sem comida, desesperado, esperando um milagre. Para isso, precisamos de um helicóptero que aguente levantar 500 kg!”, afirmou em uma publicação nas redes sociais.

Veja no site G1 imagens do resgate do cavalo que ficou ilhado.

Outras notícias e informações na seção Cotidiano do Infoflashbr.

 

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo