Nos Deixou

Luto na música paraense: DJ Halden Boy morre em Belém

Na madrugada desta segunda-feira (04/03), uma triste notícia abalou a cena musical paraense e os amantes da música eletrônica em todo o Brasil. O renomado DJ Halden Boy, uma das figuras mais proeminentes da música no Norte do país, faleceu por complicações renais. Sua partida deixa uma lacuna não apenas na indústria da música, mas também nos corações daqueles que foram tocados por sua arte e presença de palco.

Vida e legado de Halden Boy

Nascido e criado em Belém, Halden Boy tornou-se um ícone da cena eletrônica paraense. Com uma carreira de 40 anos dedicados à discotecagem, ele deixou uma marca indelével na indústria musical. Ficou conhecido não apenas por suas habilidades atrás dos decks, mas também pela capacidade de criar uma experiência única para seu público, combinando música, efeitos visuais e uma presença de palco carismática.

Halden Boy alcançou o reconhecimento nacional como o DJ oficial do programa “Sequência Máxima” na Jovem Pan, onde sua música ecoou pelos lares de milhares de ouvintes em todo o país. Sua habilidade de mixar diferentes estilos musicais e criar uma atmosfera envolvente o levou a se apresentar nos principais festivais do Brasil. Ele também foi parte integrante da “Festa de Melhores do Ano” da Rede Globo em São Paulo, um evento que reúne grandes nomes da música e entretenimento brasileiros.

Homenagens e legado duradouro

A notícia da morte de Halden Boy foi recebida com tristeza e comoção por fãs, colegas músicos e toda a comunidade da música eletrônica. Nas redes sociais, uma enxurrada de homenagens e mensagens de despedida destacam não apenas sua genialidade como artista, mas também sua gentileza e carisma nos bastidores.

Seu legado, entretanto, não será esquecido. As batidas que ele mixou e as memórias que criou permanecerão vivas nas pistas de dança e nos corações daqueles que foram tocados por sua música. DJ Halden Boy deixa um vazio na música eletrônica brasileira, mas seu impacto perdurará como uma inspiração para futuras gerações de artistas.

Fonte:

 

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo